Interpretação

Pessoal

Interpretações, Significados e Análises de Letras de Músicas

Salve a Legião | Daniel na Cova dos Leões

Renato Rocha - Dado Villa-Lobos - Renato Russo -
Marcelo Bonfá
      Eu, pessoalmente, acho que a interpretação correta de uma música só pode ser feita pelo próprio compositor. Mas isso não significa que não possamos tentar entender uma música sozinhos.
     Acabei concluindo que uma música pode ser interpretada de várias formas, e que isso vai depender mais de quem interpreta do que de quem escreveu a música.
     Já ouvi muitas explicações para a música Daniel na Cova dos Leões, da Legião Urbana. Uns me disseram que trata-se de homossexualidade, outros me dizem que trata-se do vício.
     Pois bem, acho que trata-se, nada mais, nada menos, do que da parábola de Daniel na Cova dos Leões.

Daniel na Cova dos Leões

Aquele gosto amargo do teu corpo
ficou na minha boca por mais tempo.
De amargo, então salgado, ficou doce,
assim que o teu cheiro forte e lento
fez casa nos meus braços e,
ainda leve, forte, cego e tenso
fez saber que ainda era muito e muito pouco.

Faço nosso o meu segredo mais sincero
e desafio o instinto dissonante.
A insegurança não me ataca quando erro
e o teu momento passa a ser o meu instante.

E o teu medo de ter medo de ter medo
não faz da minha força confusão.
Teu corpo é o meu espelho e em ti navego.
Eu sei que a tua correnteza não tem direção.

Mas tão certo quanto o erro de ser barco a motor
e insistir em usar os remos,
é o mal que a água faz quando se afoga
e o salva-vidas não está lá porque não vemos.

     Nos primeiros versos, ao contrário do que muita gente supõe ser, digo que não trata-se de sexo oral. Digo ainda que não trata-se do uso de drogas. Digo (quero dizer suponho) que trata-se de uma funda impressão que, de amarga, então salgada, fica doce.
     É preciso, antes de tudo entender a parábola de Daniel na Cova dos Leões. Por isso, vamos resumir.

     Dário havia recebido o reino da Babilônia e nomeou três presidentes, entre eles Daniel, que tinham como subordinados 120 administradores.
     Daniel se destacava pelo seu caráter e perante de Dário. Os outros dois presidentes, então, tentaram achar falhas em Daniel, mas não encontraram e decidiram recorrer à religião, sabendo ser Daniel um homem fiel à Deus.
     Foi aprovado, então, um decreto que proibia qualquer pessoa de fazer petição a qualquer Deus que fosse ou a qualquer homem, que não o rei durante o período de 30 dias, sujeito à pena de ser lançado na cova dos leões.
     Daniel, por sua fé, foi lançado à cova dos leões. Mas seu Deus o salvou e Dário, surpreso, acabou por adotar o judaísmo em seu reino.

     O primeiro verso, seguindo minha linha de raciocínio, trata-se da aflição que Dário sentiu (já que estimava tanto Daniel) a noite inteira sabendo que Daniel estava na cova dos leões. E, então, no outro dia, vendo que Daniel estava vivo, aquele gosto amargo, então salgado, ficou doce, pois Daniel estava vivo; Daniel agora estava nos seus braços e o seu cheiro estava presente no ar.
     Dário passou a acreditar e a confiar em Deus. E passou, de certa forma, a idolatrar Daniel, por o ter provado a existência desse Deus judeu. Surgiu a então cumplicidade inevitável que se retrata na segunda estrofe da música.
     A terceira estrofe, tão polêmica quanto toda a canção, fala do temor de Daniel à Deus e da força que um rei precisa ter. Mesmo que o temor e a coragem real fossem contraditórias até então, Dário se espelharia em Daniel e seguiria seus passos e adoraria à Deus, mesmo sem saber aonde essa sua fé o levaria.
     Ele acreditaria, adoraria, amaria à Deus mesmo sem saber onde essa fé o levaria, pois, como é um grande erro ter talento para a música e insistir em dançar tango (tão certo quanto o erro de ser barco a motor e insistir em usar os remos), é também um grande erro não acreditarmos em Deus, apenas por não o vermos (é o mal que a água faz quando se afoga e o salva-vidas não está lá porque não vemos).


Baixe a música Daniel na Cova dos Leões pelo 4shared

Essa canção possui outro artigo que pode lhe ajudar a entender melhor o seu significado: Daniel na Cova dos Leões.

# Compartilhar

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

14 comentários:

  1. Deixa eu te perguntar: As interpretações são suas mesmo? São muito inteligentes. Interpretar música pode ser muitas vezes difícil e escrever sobre elas muita mais.
    Posso pedir pra vc por alguma música da Pitty ou Ecos Falsos? Caso vc goste, claro.
    Boa sorte com o blog! Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Para Di: As interpretações são todas minhas, sem exceção. E sim, é verdade que certas vezes é bem difícil interpretar letras e ainda escrever sobre elas. Talvez até saiba interpretar melhor do que escrevo. Quanto ao teu pedido, preciso saber qual é a música. Me fala a música e pode ter certeza que vou tentar.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Tamirys pela atenção.
    Eu queria que você colocasse a música Relicário do Nando Reis. Eu gosto das músicas dele pq cria algumas imagens, às vezes assustadora, em minha cabeça, como o segundo sol da música da Cássia Eller. E eu gostaria de ouvir uma segunda interpretação desta música.
    As letras da Pitty não são difíceis, mas eu gosto de ver o que outras pessoas pensam a respeito, pois me identifico com muitas músicas dele, pode ser Deja Vu ou Na Sua Estante.
    Agradeço, mais uma vez, a atenção.

    ResponderExcluir
  4. Perfeito.
    seria muito bom se vc explicasse a música segundo sol...
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Genial! Interpretações tão coerentes, desvendando mensagens que passam despercebidas de músicas tão ricas... sou apaixonada por Legião e antes de chegar ao seu blog, já tinha passado muito tempo no songmeanings.net. Pode ter certeza que esperarei ansiosamente por atualizações enquanto leio as postagens antigas!

    ResponderExcluir
  6. Achei muito vazia e religiosa essa interpretação, prefiro acreditar que é sobre o homossexualismo ou até mesmo sobre drogras que eu nem tinha parado pra pensar que também poderia ser, mas foi bem diferente, você tem um pensamento bonito e suas analises são diferente das outras, mas eu gosto de pensar que cada pessoa pode ter uma visão diferente de cada música. Interessante

    ResponderExcluir
  7. Esse sim é o filho do Renato Russo!! Muito boa interpretação...

    ResponderExcluir
  8. `Só arruma a palavra "homossexualismo" pois não existe essa palavra, e sim Homossexualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi publicado antes que eu soubesse disso. Vou ajeitar.

      Excluir
  9. Assim, eu acho que é muito parecido com a descrição do sabor do sexo oral em um homem pra ser coincidência. E o verso em que ele fala que "teu corpo é meu espelho", realmente fica parecido com a ideia de serem duas pessoas do mesmo sexo. Eu acho estranho que a letra possa ter um significado bíblico e seja tão parecida com a descrição de um relacionamento afetivo e sexual. E também nunca achei Renato uma pessoa a fim de escrever algo religioso, pra mim ele só toma textos religiosos simbolicamente, porque sempre achei ele mais "profano". Acho massa as interpretações, sempre é bom ver por outra perspectiva.

    ResponderExcluir
  10. água = vida . se afoga = dificuldades .e o salva vidas = Deus não está lá porque não vemos.

    ResponderExcluir
  11. Sempre achei (penso que ainda ache) que esta música falasse de uso de drogas, mas certeza maior eu tenho é do quão brilhante são suas interpretações Thamirys, parabéns! Um pedido: "Eu era um lobisomem juvenil" e "Andrea Doria". Um beijo anjo, se cuida!

    ResponderExcluir
  12. Sinceramente não achei nada haver. A música é auto explicativa. Fala claramente de homossexualidade. Renato russo em 1988, num show no RJ ao dizer que ia cantar essa música disse: "agora vamos falar de um tema que está proibido nessa época. Vamos falar de sexo." É começou a cantar Daniel na cova dos leões. E em vários vídeos dele cantando essa música na parte que diz "o seu momento passa ser o meu instante", ele faz gestos análogos a uma relação sexual. Assiti alguns vídeos para entender a letra. Sem contar que em suas entrevistas a época, 1986/1987/1988 e até pouco antes de sua morte, ele dizia, nas entrelinhas, que a música fazia alusão ao sua homexessualidade.

    ResponderExcluir
  13. A música é de riqueza incrível. Conhecendo Renato podemos pensar em droga e homossexualismo, coisas que conflitaram com ele. Mas a interpretação depende da experiência de quem ouve, cada um carrega consigo sua história, e essa molda o mundo ao seu redor. Neste caso, vejo a letra como aquela pessoa que tem um compromisso formal, um casamento, e encontra alguém com quem se relaciona e se apaixona, indo contra a tradição formal e exemplar das religiões.

    ResponderExcluir

-Todos os comentários estão sujeitos à moderação da administração do Blog Interpretação Pessoal;
-Para ter seu comentário publicado sem maiores problemas, recomendamos que leia a Política de Comentários do nosso blog.