Interpretação

Pessoal

Interpretações, Significados e Análises de Letras de Músicas

Decifrando uma letra de música

     Para mim, interpretar letras de músicas não é difícil. É como um cubo mágico: não há muitos segredos, mas até que você consiga acertar, é preciso praticar muito.
     E muitas pessoas me perguntam como é o processo que uso para interpretar as letras das músicas que apresento prontas aqui no blog. Respondo que não há um passo a passo a seguir, mas que, no entanto, é possível seguir dicas que facilitarão bastante sua interpretação.

1.O Título resume a canção
     O título é um fundamento muito importante para que seja compreendida a mensagem que o autor quis passar quando escreveu a canção. Ele sintetiza a idéia central da música. É quase um resumo da letra.
     Um bom exemplo do que falo está na canção Daniel na cova dos leões.
     Quando pesquisei sobre essa canção (sim, é necessário pesquisar antes sobre a música que você quer interpretar), formulei duas linhas de pensamento: a primeira de que a música tratava do homossexualismo, a segunda de que se tratava do uso de drogas. No entanto, não achava ainda que essas duas fossem a interpretação correta. Reli a letra e vi que, na verdade, a música tratava apenas sobre (como sugere o título) a parábola de Daniel na cova dos leões.

2.Letristas gostam de metárforas
     A maioria dos letristas adoram metárforas. Elas são boas ferramentas, já que deixam o texto mais poético. Por isso, ao encontrar uma metárfora, tente entender o seu real sentido e fazer analogia com o que já compreendeu da música. Para isso, o melhor método é a substituição de palavras.
     Por exemplo, a canção Piano Bar.
     Humberto Gessinger usa uma pequena metárfora de extrema facilidade de ser entendida.
     Ele diz: "O fogo ilumnina muito por muito pouco tempo. E, em muito pouco tempo, o fogo apaga tudo e tudo um dia vira luz. E toda vez que falta luz o invisível nos salta aos olhos."
     Na verdade, Gessinger quis dizer: "A paixão vigora num relacionamento por muito pouco tempo. E, após esse pouco tempo, a paixão acaba transformando-se em amor. E toda vez que a paixão não transforma-se em amor, o relacionamento acaba.".

3.Compreenda o artista
     Antes de interpretar uma canção, tente compreender a vida de quem a escreveu. Descubra como era a sociedade da época na qual a música foi composta, se o artista possuía muitos conflitos pessoais que poderiam interferir em suas obras e, principalmente, se há alguma ligação de qualquer fato mencionado na música com a realidade.
     Compreendendo Adriana Calcanhotto, fez-se possível a minha interpretação da música Esquadros, que revela muito sobre a vida pessoal da mesma e sobre sua personalidade.

4.Frases literais
     Algumas frases têm por objetivo dizer exatamente o que foi descrito, sem poemas, metárforas ou jogo de palavras. Apenas frases que representam, literalmente, o que disseram. É o caso dos primeiros versos da música Clarisse:
     "Estou cansado de ser vilipendiado, incompreendido e descartado. Quem diz que me entende, nunca quis saber..."

5.Ouça sempre a melodia
     Se a melodia não fosse importante para o entendimento de uma canção, simplesmente não existiria. E, como existe, é tão importante quanto a letra em si. Assim como o título, a melodia jamais deve ser desprezada. Qualquer ser humano é capaz de conpreender uma melodia, mesmo que necessite associá-la com a letra.
     A profundidade ou a ausência de tal profundidade numa letra pode mudar os rumos de sua interpretação. No entanto é bom que você compreenda que não precisa mudar toda a sua lógica de pensamento e confiar-se totalmente na sua intuição musical, pois muitas vezes, como em Voa Bicho, apesar da melodia não aparentar, trata-se de uma música de caráter triste e melancólico, ou o contrário.

6.Ache um contexto geral
     Por experiência própria, não adianta muito ficar procurando o significado para pequenas frases, quando você já sabe sobre o que fala a música, em geral.
     Como em um texto qualquer, crie um contexto geral, defina o assunto principal da música e como ela o aborda, definindo também as vertentes desse assunto que a música alcança.

7.Uma interpretação é pessoal
     Toda visão de mundo é pessoal, já que ninguém pensa igual ao outro. Consequentemente, a interpretação de uma música é pessoal. Por isso, não se importe caso encontre várias versões de interpretações de uma mesma música e nenhuma delas seja, ao menos, parecida com a que você criou.
     Na verdade, a interpretaçã de uma música diz bem mais sobre a personalidade e o modo de ver as coisas da pessoa que interpreta, do que sobre a música em si.
      Por tudo isso, esta última e sétima "dica" é a mais importante.
Sobre a Autora:
Thamirys PereiraThamirys Pereira tem catorze anos, é aluna do curso integrado ao ensino médio de Controle Ambiental no IFPB e idealizadora do Blog Interpretação Pessoal.

Continue lendo sobre Thamirys Pereira ou Sobre o Blog Interpretação Pessoal.

# Compartilhar

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

6 comentários:

  1. Menina! encontrei seu blog ontem por acaso pesquisando a musica "relicàrio"... acredite, não consigo para de ler. Parabens linda.

    ResponderExcluir
  2. Muito, muito obrigada mesmo.
    Aqui tem tudo que eu precisava.

    ResponderExcluir
  3. gostaria que você interpretasse a musica L´avventur de legião urbana

    ResponderExcluir
  4. puxa parabéns pelo site!
    Mas fiquei com uma questão sobre esse post. É sobre o item 6.
    Nele vc quis dizer que não é tão importante caso não sejamos capazes de entender essa ou aquela frase da música? Pois mais vale o contexto geral. É isso?

    ResponderExcluir
  5. Ei Thamirys, você poderia me ajudar com a interpretação da musica Pompeii da Banda Bastille ?

    ResponderExcluir

-Todos os comentários estão sujeitos à moderação da administração do Blog Interpretação Pessoal;
-Para ter seu comentário publicado sem maiores problemas, recomendamos que leia a Política de Comentários do nosso blog.