terça-feira, 1 de março de 2011

Capital, do Início ao Fim | Veraneio Vascaína

Veja também a versão resumida da interpretação dessa canção: Veraneio Vascaína

Veraneio Vascaína

Cuidado, pessoal!
Lá vem vindo a veraneio,
toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho,
os números do lado,
dentro dois ou três tarados,
assassinos armados, uniformizados.

Veraneio Vascaína:
vem dobrando a esquina.

Porque pobre quando nasce
com instinto assassino,
sabe o que vai ser
quando crescer, desde menino:
ladrão pra roubar, marginal pra matar.

"Papai, eu quero ser policial quando eu crescer!"

Cuidado, pessoal!
Lá vem vindo a veraneio,
toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho,
os números do lado,
dentro dois ou três tarados,
assassinos armados, uniformizados.


Veraneio vascaína:
vem dobrando a esquina.

Se eles vêm com fogo em cima,
é melhor sair da frente.
Tanto faz, ninguém se importa
se você é inocente.

Com uma arma na mão,
boto fogo num país.
E não vai ter problema, eu sei,
estou do lado da lei.

Cuidado, pessoal!
Lá vem vindo a veraneio,
toda pintada de preto, branco, cinza e vermelho,
os números do lado,
dentro dois ou três tarados,
assassinos armados, uniformizados.

Veraneio vascaína:
vem dobrando a esquina

Veraneio vascaína:
vem dobrando a esquina.

Veraneio vascaína:
vem dobrando a esquina.

Capital Inicial
     

Chevrolet Veraneio, usada como viatura militar, sendo a da imagem
da polícia do estado de São Paulo, e a referida na música, da
polícia de Brasília.


     Veraneio Vascaína é, sem dúvidas uma das melhores músicas de crítica à polícia. Seu título já nos remete ao velho modelo da Chevrolet Veraneio, usada como viatura militar, e apelidada de Veraneio Vascaína por Renato Russo (Legião Urbana) e Flávio Lemos (Capital Inicial), ainda quando formavam o Aborto Elétrico, por ter na pintura as cores preta, branca, cinza e vermelho, por coincidência, cores do time fluminense Vasco da Gama.
     Vivia-se a época da repressão, da falta de liberdade de expressão, da opressão, enfim, da ditadura militar. Como todos devem saber, não se era fácil viver naqueles tempos. O governo, formado por militares, era inimigo do povo e, conseqüentemente, a polícia também.
     A primeira estrofe da canção poderia ser decodificada da seguinte maneira:
     "Cuidado, pessoal! Lá vem vindo a viatura da polícia, aquele carro preto, branco, cinza e vermelho, aquele com os números do lado, que tem dentro alguns tarados, os assassinos armados e uniformizados, que são os nossos policiais.".
     E a dura crítica não para por aí. Na terceira estrofe a crítica continua, sempre de forma mais forte e pesada que a anterior. Fala-se: Porque pobre quando nasce com instinto assassino, sabe o que vai ser quando crescer, desde menino: ladrão pra roubar, marginal pra matar. "Papai, eu quero ser policial quando eu crescer!".
     Ou seja, fala-se que o pobre, quando nasce com a ânsia de matar e fazer o mal, transforma-se em policial, já que esse pode matar-te, roubar-te, bater-te, humilhar-te, estuprar-te... Tudo isso sem preocupar-se se você é inocente ou não, afinal, fazem eles o que querem. São eles senhores da lei, "homens do bem", são eles policiais e tudo podem (é o que diz a sétima e a oitava estrofe).
     O importante, nesta música, é saber que ela retrata um período passado, o regime militar, e que não fala dos dias atuais. Muitos confundem o significado da letra de Veraneio Vascaína e o relacionam com os dias atuais. No entanto, apesar de ainda existir abuso de poder por parte da nossa polícia, não se pode relacionar a polícia na época da ditadura e a polícia dos dias atuais.

5 comentários:

  1. Adorei! Não estava compreendendo a música pois sou da década de 90 e não sei muito sobre a ditadura militar, mas sou apaixonada por Capital e Legião, queria entender melhor e você me ajudou muito. Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!
    gstei da explicaçao

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da sua explicação!!!(Renata de Souza)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Renata, pelo comentário! Continue pesquisando pelo blog.

      Excluir
  4. Realmente não se pode comparar,embora se assemelhem bastante!

    ResponderExcluir

-Todos os comentários estão sujeitos à moderação da administração do Blog Interpretação Pessoal;
-Para ter seu comentário publicado sem maiores problemas, recomendamos que leia a Política de Comentários do nosso blog.