Interpretação

Pessoal

Interpretações, Significados e Análises de Letras de Músicas

Tim Maia | Azul da Cor do Mar

     Sebastião Rodrigues Maia, o nosso Tim Maia, nunca se limitou a apenas um só gênero. Cantava samba, cantava funk, cantava samba funk. E deslizava do baião ao soul, e brincava de ser cantor de MPB. E isso tudo sem falar nas suas melodias. E sem falar em suas letras: simples, mas complexas.
     É assim com Azul da Cor do Mar. A simplicidade de artista popular reina, mas nem por isso destrói a beleza, a simpatia e a verdade que há em seus versos tão sofridos, próprios da cultura afro-brasileira.
     Tim Maia disse:
Azul da Cor do Mar

Ah!
Se o mundo inteiro
Me pudesse ouvir.
Tenho muito pra contar:
Dizer que aprendi.
E na vida a gente
Tem que entender
Que um nasce pra sofrer,
Enquanto o outro ri.
Mas quem sofre
Sempre tem que procurar,
Pelo menos vir achar
Razão para viver.
Ver na vida algum motivo
Pra sonhar,
Ter um sonho todo azul,
Azul da cor do mar.
Mas quem sofre
Sempre tem que procurar,
Pelo menos vir achar
Razão para viver.
Ver na vida algum motivo
Pra sonhar,
Ter um sonho todo azul,
Azul da cor do mar.
     E digo eu:
     Tim Maia fala da vida, um pouco sobre a sociedade, mas da vida. Fala das desigualdades, que realmente existem, e que jamais mudarão. Mas fala também que aqueles que sofrem as conseqüências de uma vida desigual, uma sociedade corrupta e preconceituosa, deve, ao invés de esperar que tudo melhore, correr atrás daquilo que possa mudar sua vida

# Compartilhar

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

3 comentários:

  1. MUITO LEGAL AS CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DA MÚSICA DE TIM MAIA.

    ResponderExcluir
  2. Sem exagero, mas essa letra é a mais linda da música brasileira ao lado de Pétala de Djavan. O que eu tenho a dizer é que o Funk no Brasil acabou quando Tim Maia morreu. De lá pra cá, transformaram o ritmo numa aberração promíscua, mudaram toda a característica musical. Deveriam mudar era o nome de Funk para Fuck, nada mais justo.

    ResponderExcluir
  3. Mas o engraçado e curioso dessa letra é que surgiu de um momento muito difícil que ele passava financeiramente e morava de favor na casa do Fábio ( produtor musical, que ele chamava de Fabiano) pode sim ser em relacao as desigualdades da sociedade mas,por incrível que pareça, a letra surgiu a partir dos foras que ele recebia das farofas que visitava a casa do Fábio, era um entra e sai tremendo, Fábio e o amigo se davam bem com as garotas e ele não, ele dormia na sala, num sofá que ele apelidou de dromedário, e passava a noite ouvindo o burburinho na casa, ate que um dia Fabio viajou e o Tim foi pro quarto dele, da cama ele observava um pôster de uma mulher de biquini saindo do mar, foi ai que ele começou a criar essa música. Foi na "seca" dele. Hahah

    ResponderExcluir

-Todos os comentários estão sujeitos à moderação da administração do Blog Interpretação Pessoal;
-Para ter seu comentário publicado sem maiores problemas, recomendamos que leia a Política de Comentários do nosso blog.